Fermer
    • Sofia
      Hippie

    • Sophie Hipis
    • Função na fábrica

      2ª Cozinheira

    • Sinal distintivo :

      Esta freak gulosa tem queijo a correr-lhe nas veias.

    • Disse ela :

      « A Vaca que ri® é bestial. »

    • Era uma vez...

      Em 1968, Sofia Hippie frequenta o terceiro ano da FAC (Federação Agrícola Cómica) quando começa a militar no seio de um grupo de activistas vegetarianos. Infelizmente, durante uma manifestação, a jovem vaquinha com a sua longa guedelha tem problemas capilares com as forças policiais.
      Para mudar de ares, decide ir passear os seus cascos pelos quatro cantos do mundo, nomeadamente até Katmandu e à Índia, onde faz amizades com muitas vacas sagradas.
      De regresso a França, alguns anos depois, funda uma comunidade bovina onde defende os valores da paz e do amor entre todas as vacas, sem distinção de raças ou cores.
      Para viver, apanha cogumelos nos campos e vai vendê-los ao mercado, mas as colheitas são fracas e a nossa amiga atravessa um período de vacas magras.
      Por sorte, um dia encontra A Vaca que ri. Esta considera que ela tem um grande potencial e convida-a para trabalhar na fábrica, onde irá “cozinhar” o seu delicioso queijo. Sofia Hippie acha a ideia absolutamente bestial e aceita.